Cinco filmes para comemorar o aniversário de Coutinho

(Créditos: Guillermo Giansanti)

 

Eduardo Coutinho (1933-2014) foi sem dúvida um dos mais importantes documentaristas do nosso país. Se vivo, o diretor de Cabra Marcado Para Morrer - considerada sua obra-prima-, completaria 84 anos no dia onze de maio. Uma das principais característica de seu trabalho, é contar em seus filmes a história de pessoas comuns.

+ A Bela e a Fera, Trainspotting 2 e Power Rangers por até R$2

Após vencer um concurso de televisão, respondendo perguntas sobre Charles Chaplin, Coutinho ganhou um prêmio em dinheiro e mudou-se para Paris, onde estudou direção e montagem no Institut des Hautes Études Cinématographiques. 

Eduardo Coutinho nos bastidores de Jogo de Cena (Créditos: Reprodução)

 

O diretor trabalhou na década de 70 no Globo Repórter e foi roteirista de produções como A FalecidaDona Flor e seus dois maridos Garota de Ipanema. Paulistano, Coutinho também trabalhou como jornalista, quando foi o revisor da revista Visão e crítico de cinema no Jornal do Brasil

+ Itaú Cultural recebe a bailarina Angel Vianna, aos 89 anos

O documentarista foi morto a facadas em fevereiro de 2014, enquanto finalizava um documentário sobre adolescentes da rede pública de ensino do Rio, pelo filho que sofria de esquizofrenia. No mesmo ano, Coutinho foi homenageado na cerimônia do Oscar.

 

O Beijo separou cinco documentários importantes na carreira do diretor:

Cabra Marcado Para Morrer

(Créditos: Reprodução)

 

O primeiro trabalho do diretor é um de seus três filmes na lista da Associação Brasileira de Críticos de Cinema dos 100 melhores filmes brasileiros (completam a lista Edifício Master Jogo de Cena). O filme narra a vida de João Pedro Teixeira, um líder camponês da Paraíba, morto em 1962.

+ O Beijo e a Casa Jacarepaguá vão te dar uma tatuagem!

 

Edifício Master

(Créditos: Reprodução)

 

O documentário ouve 37 moradores do Edifício Master, um tradicional prédio situado em Copacabana, no Rio de Janeiro. Coutinho e sua equipe moraram no Master por três semanas, e o documentário foi gravado em sete dias, predominantemente com filmagens do cotidiano das pessoas.

 

Jogo de Cena

(Créditos: Reprodução)

 

Coutinho anunciou em um jornal convidando mulheres à participar do filme, contando suas histórias de vida. O diretor selecionou 23 mulheres das 83 inscritas, e as convidou para serem filmadas no Teatro Glauce Rocha. Em seguida, escolheu atrizes como Fernanda Torres e Andréa Beltrão para interpretarem as histórias contadas.

+ Festival de Cinema Francês divulga seleção de filmes

Peões

Legenda

 

Em Peões é abordada a classe operária do ABC Paulista, formada principalmente por metalúrgicos que realizaram importantes greves por aumento salarial em 1979. O documentário foi filmado durante a eleição de Lula para presidente.

 

Últimas Conversas

(Créditos: Reprodução)

 

Trabalho póstumo do diretor, Últimas Conversas traz estudantes de escola pública do Rio de Janeiro, dividindo seus sonhos e suas projeções para o futuro. Os estudantes relatam assuntos de seu dia-a-dia como racismo, religião, bullying e problemas. 

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo