Guggenheim retira obras após ameaças de ativistas

(Créditos: Divulgação)

 

O Museu Guggenheim de Nova York retirou três obras pertencentes à exposição Arte e China após 1989: Teatro do Mundo após reclamações e ameaças de ativistas.

Segundo grupos defensores de animais, os vídeos Dogs That Cannot Touch Each Other e A Case Study of Transference, além da escultura Theater of the World foram realizadas através de crueldade contra os animais.

+ Exposição mostra a influência de Duchamp na arte brasileira

Em comunicado nas redes sociais, o museu informou ter tomado esta decisão pela seguridade dos funcionários, visitantes e artistas participantes da exposição. Também declarou que essas peças já haviam sido exibidas em outros países asiáticos e europeus, além de estados americanos, sem objeções.

O vídeo Dogs That Cannot Touch Each Other foi filmado em 2003 furante uma performance onde pitbulls são colocados frente a frente correndo em esteiras, amarrados por arreios que impossibilitavam o contato. Durante o vídeo, os cachorros ficam cansados e começam a salivar cada vez mais.

 

 

O outro vídeo, A Case Study of Transference (1994) mostra um javali acasalando com uma porca. Ambos foram pintados com textos que misturam dialetos chinês e romano para representar o contraste e o relacionamento entre os dois sistemas de escrita.

+ Festival Picco ganha apresentações gratuitas de jazz

Foi criado um abaixo-assinado online para que o Guggenheim retirasse as obras de exibição, que em poucos dias já contava com mais de 600 mil assinaturas.

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo