Em exposição, Melissa aposta em dobraduras de papel

(Créditos: Divulgação)

 

A Galeria Melissa de Londres recebe, entre os dias 16 de junho a 15 de setembro, a exposição Neon Garden, instalação da aclamada artista Zoe Bradley. A entrada é gratuita.

Em parceria com a marca, a britânica reconhecida por criar obras com papel, apresenta uma instalação inspirada em elementos que misturam feminilidade com traços orientais.

A exposição é composta por uma delicada e impactante escultura suspensa em forma de uma flor de lótus, simulando um verdadeiro caleidoscópio floral na entrada.

 

(Créditos: Divulgação)

 

Conforme o público atravessa o espaço em direção às escadas, o cenário torna-se um jardim-oásis, com paredes cobertas de plantas de papel e uma escultura central, também em forma de Lótus, que gira lentamente sobre o chão, resultando em um verdadeiro espetáculo cromático.

 “Queria criar um jardim exótico, celebrando a feminilidade da arquitetura das flores”, conta Zoe. Uma seleção de rosas, lótus, margaridas e dálias foi minuciosamente desenvolvida à mão pela artista, consagrada por seu trabalho com papel.

 

(Créditos: Divulgação)

 

As grandes proporções das peças permitem que o público se sinta envolvido e tenha uma sensação de escapismo lúdico no ambiente. “Espero que a lótus na entrada atraia o público a descobrir mais. Quero que as pessoas entrem na Galeria Melissa e sintam-se imersas nesse mundo de flores lindas e gigantes. Quero que saiam do mundo movimentado lá fora e, por um momento, se percam aqui dentro”, conclui Bradley.

 

 

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo