CPI dos Maus-Tratos aprova condução coercitiva no MAM

(Créditos: Reprodução/ATRAVES)

 

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-Tratos no Senado Federal aprovou na última quarta-feira (8/11) requerimentos para a convocação coercitiva de Wagner Schwartz, coreógrafo que realizou a performance La Bête no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP).

+ Somos todos MAM: Entenda o que está acontecendo

A medida também afeta o curador da exposição Queermuseu, Gaudêncio Fidélis, cancelada em Porto Alegre após protestos. A Agência Senado afirmou que devido ao fato de ambos não terem respondido ao convite para as audiências da comissão em São Paulo, eles "serão conduzidos por força policial".

A CPI trabalha investigando suspeitas de maus-tratos contra crianças e adolescentes no país. A mãe da menina que teria permitido a interação de sua filha com Schwartz compareceu a uma reunião reservada da CPI, e resolveu não se pronunciar.

+ Senador José Aníbal presta apoio à exposição no MAM

"A minha indagação era se ela não tinha conhecimento do Estatuto da Criança e do Adolescente", declarou Magno Malta, presidente da comissão.

 

(Créditos: Reprodução/ATRAVES)

 

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo