Tragicomédia expõe os bastidores de artistas circences

(Créditos: Divulgação / Tathi Yazigi)

 

Palhaços, espetáculo tragicômico de Timochenco Wehbi, é apresentado no Itaú Cultural no dia 18 de julho.

Críticas à sociedade e questionamentos sobre a existência humana são temas apontados na peça, que faz uso de falas ríspidas e ácidas entre os personagens, com o objetivo de refletir sobre os papéis sociais estabelecidos

Com diálogos afiados e truques circenses, o espetáculo Palhaços, escrito em 1974, traz um duelo travado nos bastidores de um decadente circo, que opõe um palhaço profissional a um palhaço da vida.

A montagem tem direção de Gabriel Carmona e atuação de Dagoberto Feliz e Danilo Grangheia.

 

(Créditos: Divulgação / Tathi Yazigi)

 

A tragicomédia apresenta o palhaço Careta que, ao receber em seu camarim um de seus espectadores, Benvindo, passa a desmontar os sonhos mais puros e os desejos mais imundos de seu fã.

O que era para ser uma conversa polida e agradável, vira um jogo cômico-surreal, com falas ríspidas e situações que tocam o absurdo da existência, além de ter um gran finale trágico.

Careta usa da ingenuidade do visitante para revelar conflitos e questionamentos pautados na própria existência humana. O personagem expõe, ainda, por meio de seu diálogo ácido, uma crítica à sociedade e aos papéis de classe, no que diz respeito à exploração social e aos padrões pré-estabelecidos.

  • Itaú Cultural - Avenida Paulista, 149 - Bela Vista, São Paulo
    (11) 2168-1777 / (11) 2168-1776
    + Ver mapa
  • 18/07/2017 a 18/07/2017
  • Terça: 20h.
  • Entrada gratuita.
  • Classificação: 14 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo