O Rei da Vela ganha remontagem dos Parlapatões

O Grupo Teatral Parlapatões adicionou outros ingredientes à remontagem de O Rei da Vela, símbolo do Movimento Antropofágico de Oswald de Andrade. O espetáculo fica em cartaz até 6/05 no Sesc Santana

“O Rei da Vela é também um projeto de encenação que recoloca o grupo diante da sua expressividade popular e cria um circo-teatro provocativo, desprendido do melodrama, para se lançar sobre um caráter épico que busca a festa e alegria como prova dos nove”, explica o diretor e ator Hugo Possolo.

Créditos: (Divulgação / Andre Stefano)

A encenação enfatiza o caráter burlesco e festivo da obra, em clima de cabaré abrasileirado, com forte influência das linguagens do Teatro de Revista, do Circo e do Teatro Épico de Bertolt Brecht.

 

Créditos: (Divulgação)

“A trama consegue traçar mais do que uma linha de tempo da transformação da sociedade brasileira no início do século passado – de um Brasil medieval e colonizado para um país urbano, dominado pelo capitalismo e pretensamente liberto.

Ela perfaz um arco dramático que escancara as intenções sociais e políticas das personagens que percorrem os três atos da peça para revelar os meandros da alma humana submetida aos jogos de dominação do poder”, acrescenta Possolo.

O novo olhar para o texto modernista, que mostra como a colonização sem limites, escravagista e patriarcal marcou a nossa cultura e o comportamento social, possibilita que pensemos melhor em nosso futuro como nação. Para isso, a trupe estudou a fundo os movimentos antropófago e tropicalista.

O elenco é composto pelos atores: Hugo Possolo, Camila Turim, Alexandre Bamba, Nando Bolognesi, Fernanda Maia, Tadeu Pinheiro, Fernando Fecchio, Conrado Sardinha, Fernanda Zaborowsky, Renata Versolato, Daniel Lotoy, direção de Hugo Possolo e direção musical de Fernanda Maia.

  • Sesc Santana - Avenida Luiz Dumont Villares,, - , São Paulo
    + Ver mapa
  • 13/04/2018 a 06/05/2018
  • Sextas e sábados, às 21h. Domingos, às 18h. No dia 21/4 (feriado), a sessão será às 18h.
  • R$30 (inteira), R$15 (meia) e R$9 (comerciário)
  • Livre
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo