"Mulheres Ácidas" reflete sobre questões do universo feminino

(Créditos: Vitor Vieira)

 

Mestres do teatro de improvisação, Cristiane Wersom e Marianna Armellini estreiam Mulheres Ácidas, espetáculo no qual refletem sobre as diversas fases da vida das mulheres. A comédia dirigida por Cristiane Paoli Quito fica em cartaz no Teatro Eva Herz, de 14 de fevereiro a 29 de março, com ingressos a R$ 40

Relações, frustrações, medos e anseios que fazem parte do universo feminino dão o tom da peça que procura a identificação com todas as mulheres da plateia. "Eu escrevi para mim e para a Mari fazermos. Nos conhecemos há muito tempo e passamos várias fases da vida juntas. Agora, aos 40, a gente ficou com essa vontade de fazer um humor mais maduro. Acho que essa peça é o resultado de duas atrizes que estão repensando suas carreiras e suas posições dentro da sociedade", comentou Wersom, que também assina o roteiro.

Diferentes épocas e personagens são vividas pela dupla de atrizes. Isadora é uma mulher que passa a vida inteira tentando entender o amor. Já Sofia é uma garota que não aceita os padrões impostos à ela, enquanto Otacília, uma senhora, espera a visita de seus filhos. "Essas mulheres são a minha mãe, a minha vó, eu, minhas amigas, as mães e filhas das minhas amigas. Elas são um misto das alegrias, angústias, faltas e desejos que eu observei e vivenciei ao longo desses anos todos", completou.

 

(Créditos: Vitor Vieira)

 

  • Teatro Eva Herz - Av. Paulista (Conjunto Nacional, na Livraria Cultura), 2073 - Bela Vista, São Paulo
    (11) 3170-4059
    + Ver mapa
  • 14/02/2017 a 29/03/2017
  • Terças e quartas: 21h. No dia 28/2, a apresentação ocorre às 18h
  • R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).
  • Classificação: 14 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo