Livio Abramo recebe primeira exposição em 10 anos

Na próxima quarta-feira (7/12), às 19h, começa a exposição Livio Abramo: insurgência e lirismo, na Biblioteca Mário de Andrade, com curadoria de Paulo Herkenhoff, ex Diretor Cultural do Museu de Arte do Rio.
 

(Créditos: Divulgação)


Na primeira individual do artista em 10 anos, serão expostas 120 obras que permeiam seu engajamento com questões políticas, sociais, movimento modernista e sua eventual ruptura para adquirir uma identidade e estética própria.
 

(Créditos: Divulgação)

 

Em quase 70 anos de produção, Livio Abramo (1903-1992) teve a gravura como sua principal forma de expressão, a mostra reúne linoleogravuras, xilogravuras, litogravuras, aquarelas, grafites e nanquins, além de matrizes em madeira, matrizes em linóleo, clichês de metal, croquis, estudos e provas do artista.

A exposição também dialoga com influências e contemporâneos de Abramo, reunindo obras de José Clemente Orozco, de Louise Bourgeois, de Rossini Perez, de Lasar Segall e de Kathe Kollwitz.

 

(Créditos: Divulgação)

 

Na exposição também será exibido o documentário intitulado “Livio Abramo: o profundo mistério dos horizontes inacabados” (11 minutos), produzido pelo Instituto Livio Abramo, inclui depoimentos de nomes como Frederico de Morais e Ferreira Gullar.

A retrospectiva também conta com uma programação educativa, como mesas de debates, cursos e palestras, fruto de uma parceria entre o Instituto Livio Abramo  e a Biblioteca Mário de Andrade.

Ministradas por Leno Veras,  sobre o processo de concepção e execução de uma mostra. As próximas serão sobre montagem expográfica (30/11) e mediação educativa 08/12. O objetivo do programa é possibilitar a imersão de profissionais de diversas áreas do conhecimento, provenientes de equipes formativas de distintas instituições culturais, museais e educacionais, na experimentação de linguagens numa exposição.

  • Biblioteca Mário de Andrade - Rua da Consolação, 94 - República, São Paulo
    (11) 3775-0002
    + Ver mapa
  • 07/12/2016 a 12/03/2017
  • Segunda a domingo: 24 horas por dia.
  • Entrada gratuita
  • Classificação etária: livre
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo