Instabilidade Perpétua é o primeiro solo de Soraya Ravenle

(Créditos: Divulgação/Rafael Aguiar)

 

Você já conseguiu enxergar a vida, mesmo por meio das feridas? Pois esse é o tema do primeiro solo teatral da atriz Soraya Ravenle, em Instabilidade Perpétua, em cartaz no Sesc Ipiranga.

+ Oscar: Filmes brasileiros indicados para entrar na premiação

Baseada no livro homônimo de Juliano Garcia Pessanha, a peça que foi sucesso de crítica no Rio de Janeiro, investiga os aspectos filosóficos da vida em sociedade.O autor cria uma série de reflexões sobre o que é estar vivo e como é difícil nascer.

 

 

Segundo essa ideia, os recém-nascidos encontram um mundo cada vez mais técnico e hipernomeado, e, por isso, precisariam conhecer outras formas de nascimento (para além do biológico) para que pudessem viver plenamente.

+ Clássico de Shakespeare ganha adaptação com música ao vivo

A obra que deu origem ao espetáculo é composta por ensaios filosóficos, poesia e historietas sobre temas relacionados à existência humana em sociedade. Na montagem, a atriz ainda acrescenta a essa mistura a música e a dança.

  • Sesc Ipiranga - Rua Bom Pastor, 822 - Ipiranga , São Paulo
    (11) 3340-2000
    + Ver mapa
  • 08/09/2017 a 01/10/2017
  • Sexta: 21h30. Sábado: 19h30. Domingo: 18h30.
  • R$20 (inteira), R$10 (meia), R$6 (credencial plena).
  • Classificação: 14 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo