IMS exibe filme que inspirou "A Forma da Água"

O Monstro da Lagoa Negra, do diretor norte-americano Jack Arnold, será exibido com exclusividade pelo nos cinemas do IMS Paulista e do IMS Rio, nos dias 8, 10 e 18 de fevereiro.

O clássico dos anos 1950 foi uma das inspirações para o mais recente longa-metragem de Guillermo del Toro, A Forma da Água, que lidera a lista de indicados para o Oscar 2018.

 

O Monstro da Lagoa Negra (Créditos: Divulgação)

 

O filme conta a história de um grupo de pesquisadores liderados pelo dr. David Reed, que captura, durante uma expedição científica no rio Amazonas, uma estranha criatura que pode ser o elo perdido entre os anfíbios e os humanos.

O monstro, no entanto, desenvolve uma obsessão por Kay, namorada do dr. Reed. O monstro da lagoa Negra teve duas sequências: A revanche do monstro (Revenge of the Creature, 1955) e The Creature Walks Among Us (1956) [em tradução livre, A criatura caminha entre nós].

 

A Forma da Água (Créditos: Reprodução)

 

Consagrado como diretor em Hellboy (2004) e O labirinto do fauno (El laberinto del fauno, 2006), Guilherme del Toro retoma o mito da criatura em A forma da água. É a história de Elisa, zeladora em um laboratório secreto do governo estadunidense, nos anos 1950, auge da Guerra Fria, que se apaixona por uma estranha criatura, espécie de homem anfíbio, que está sendo mantida em cativeiro.

Para Kleber Mendonça Filho, curador de cinema do IMS, ambos os filmes retratam “um certo estado de mundo e dos Estados Unidos nos anos 1950, com detalhes que não parecem ter envelhecido: a ameaça nuclear da Guerra Fria, o medo do outro, do estrangeiro”.

 

O Monstro da lagoa Negra será exibido em 3D, como foi originalmente filmado.

  • Instituto Moreira Salles - Rua Piauí, 844 - Higienópolis, São Paulo
    (11) 3825-2560
    + Ver mapa
  • 08/02/2018 a 18/02/2018
  • Quinta: 22h. Sábado: 22h. Domingo: 19h.
  • Inteira R$ 30. Meia R$ 15.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo