Guilherme Ginane pinta o cotidiano em sua primeira exposição

(Créditos: Reprodução/Facebook)

 

Guilherme Ginane é um publicitário carioca radicado em São Paulo. Seu contato com a arte teve início no meio acadêmico, através de sua formação em comunicação e posteriormente com seu trabalho como diretor de arte em agências de publicidade. 

A ida constante a museus e a literatura foram elementos que o instigaram a começar a pintar. O artista tem como inspiração o trabalho de Paul Cézanne, Pablo Picasso e Henri Matisse.

Agora em sua primeira exposição individual, intitulada Que dia feliz hoje ainda vai ser, Guilherme apresenta dez trabalhos no térreo da Galeria Millan, com abertura no dia 27 de janeiro.

 

(Créditos: Divulgação)

 

Sobre as pinturas da exposição, o escritor Bernardo Carvalho ressalta que "os objetos sobre os tampos das mesas de Guilherme Ginane têm uma existência autônoma e estranhamente inconciliável. Os cigarros, os fósforos, os vasos de flores, os livros etc. se sobrepõem à mesa, que oscila entre fundo e superfície; eles escorrem como tinta pela tela, flutuam sobre a mesa, mais do que descansam nela; disputam com a mesa a prevalência de planos paralelos e perspectivas incompatíveis. Há aí uma luta com a pintura, que tem muito pouco a ver com o repouso."

A exposição Que dia feliz hoje ainda vai ser fica aberta à visitação de 27 de janeiro a 24 de fevereiro, na Galeria Millan, localizada na rua Fradique Coutinho, número 1360, em Pinheiros. A galeria funciona de terça à sexta das 1oh às 19h e aos sábados das 11h às 18h. 

 

(Créditos: Divulgação)

 

  • Galeria Millan - Rua Fradique Coutinho, 1360 - Vila Madalena, São Paulo
    (11) 3031-6007
    + Ver mapa
  • 27/01/2017 a 24/02/2017
  • terça a sexta: 10h às 19h / sábado: 11h às 18h
  • Gratuita
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo