Galerias se unem para traçar um paralelo sobre a arte

O acervo de arte moderna da anfitriã Galeria MaPa recebe alguns dos artistas contemporâneos da Mezanino em Paralelos, exposição que fica em cartaz de 5 a 29 de setembro

Um encontro de gerações e suas relações visuais, partindo de pontos de vista diferentes, gerando novas ideias pictóricas e possibilidades de um colecionismo plural.

Poetas como Goethe e filósofos como Ortega y Gasset acreditavam que a arte é um sinfronismo, ou seja, uma coincidência espiritual entre homens de mesma época ou de épocas diferentes.

 

(Créditos: Reprodução / Martin Brausewetter)

 

O convite para a Mezanino coabitar o acervo da MaPa é o ponto de partida da curadoria. Um exercício saudável para entender e conviver com poéticas distintas, entre épocas, técnicas e olhares distintos dentro do mercado de arte.

Seja em pinturas figurativas, gravuras pop, tapeçarias abstratas ou desenhos geométricos, os artistas expressam aquilo que o momento e o coração pedem, independente de tendências ou articulações sociais e políticas.

O que moveu os diretores de ambos os negócios – Marcelo Pallotta e Renato De Cara – foi as similaridades estéticas e harmonia entre cores e formas.

 

(Créditos: Reprodução / Maria Polo)

 

Em uma época onde o individualismo e concorrência falam mais alto, afastando artistas e marchands do convívio, a exposição propõem um diálogo equilibrado e saudável para as possibilidades de um colecionismo plural onde o que importa é a harmonia das obras, estimulando a intensão e vontade de ver lado-a-lado diferentes épocas e estilos.

 

(Créditos: Reprodução / Site da Galeria)

 

  • Galeria MaPa - Rua Costa, 31 - Consolação, São Paulo
    (11) 2337-3770
    + Ver mapa
  • 05/09/2017 a 29/09/2017
  • Segunda a sexta: 9h às 18h.
  • Entrada gratuita.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo