Fábio Magalhães questiona padrões da pintura na Caixa Cultural SP

(Créditos: Reprodução / Facebook / Fábio Magalhães)

 

A Caixa Cultural São Paulo recebe, entre os dias 29 de julho e 24 de setembro, a exposição Além do Visível, Aquém do Intangível, com 25 trabalhos de Fábio Magalhães.

As obras de óleo sobre tela em grandes formatos, estão distribuídas em cinco séries: O Grande Corpo, Retratos Íntimos, Superfícies do Intangível, Latências Atrozes e Limites do Introspecto. 

As obras de Fábio Magalhães surgem de metáforas criadas a partir de pulsões, das condições psíquicas e substratos de um imaginário pessoal, até chegar a um estado de imagem/corpo.

 

(Créditos: Reprodução / Facebook / Fábio Magalhães)

 

Os resultados são obtidos por meio de artifícios que nascem de um modus operandi que parte de um ato fotográfico e materializa-se em pintura.

O artista apresenta encenações meticulosamente planejadas, capazes de borrar os limites da percepção, configuradas em distorções da realidade e contornos perturbadores. 

Além do Visível, Aquém do Intangível traz uma proposta de desterritorialização das diretrizes que definiam a produção artística do passado e coloca a pintura em outro lugar de potência.

 

(Créditos: Reprodução / Facebook / Fábio Magalhães)

 

Aqui, o artista estabelece suas próprias regras, construídas para dar visibilidade aos substratos de um imaginário pessoal, atravessados por procedimentos fotográficos, simulações de cenas e o próprio ato de pintar. 

Segundo a curadora Alejandra Muñoz, a importância dessa mostra é dar visibilidade à produção de um jovem artista baiano, que vem se destacando no cenário nacional com uma pintura contemporânea.

O projeto tem valor significativo na carreira de Fábio Magalhães, pois, em 2017, ele completa 10 anos de intensa atividade, tendo a pintura como principal plataforma de atuação artística. 

 

  • Caixa Cultural São Paulo - Praça da Sé, 111 - Centro, São Paulo
    (11) 3321-4400
    + Ver mapa
  • 29/07/2017 a 24/09/2017
  • Terça a domingo: 9h às 19h.
  • Entrada gratuita.
  • Classificação: 14 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo