Exposição de pop art aborda padrões e a figura feminina

Alex Katz (Créditos: Divulgação)

 

As obras da pop art mundial serão representadas por artistas de peso na exposição Frauenpower, na Galeria Houssein Jarouche. São 32 obras de diversos artistas como Andy Warhol, Barbara Wagner, Ivan Serpa, Marina Abramović e Nelson Leirner.

+ Debate aborda a sexualidade como ato político na arte

Com curadoria de Paulo Azeco, a mostra busca resgatar um percurso histórico das representações visuais da mulher, a partir das vanguardas da década de 1960, e discutir a idealização do corpo feminino, a criação de padrões estéticos, considerando os aspectos sociais e antropológicos dessas imagens. 

 

(Créditos: Kiki Kogelnik (Créditos: Divulgação)

 

Ao longo da década de 1970, artista Kiki Kogelnik desenvolveu a série Womanna qual formulava críticas sobre a imagem feminina tal qual era retratada na publicidade da época - ora frágil, ora sexualizada -, em trabalhos discretamente feministas, irônicos e com forte carga imagética Pop.

Reconhecendo a arte como veículo de significação e comunicação visual, Frauenpower - expressão alemã utilizada para designar poder feminino - nasce de uma pesquisa sobre produção desta artista, no intuito de investigar a figura da mulher e a influência da mídia na construção de um imaginário do corpo feminino. 

+ Rincon Sapiência apresenta novo disco no Sesc Pompeia

Arquétipo da Vênus de Botticelli, o ideal de beleza e perfeição surge como referência para a construção dos processos de auto-imagem e consequente afirmação e negação. Este conceito é visto nos trabalhos de Marina AbramovićSandra Gamarra Lenora de Barros, os quais depositam, na figura da musa, seu contraponto. 

  • Galeria Houssein Jarouche - Rua Estados Unidos, 2.205 - Jardim América, São Paulo
    11306106398
    + Ver mapa
  • 18/09/2017 a 18/11/2017
  • Segunda a sexta-feira: 10h às 19h. Sábado: 10h às 17h.
  • Entrada Gratuita.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo