Espetáculo tem como ponto de partida ritual fúnebre

(Créditos: Divulgação/João Caldas)

 

“A única certeza que temos ao nascermos é que iremos morrer, e é esta certeza que mais nos apavora durante a caminhada.” diz Denise Weinberg, uma das protagonistas da peça Imortais, em cartaz no Sesc Consolação até o final do mês.

+ Comemore o que você deixou de fazer com um banquete

A trama foi criada a partir de um ritual fúnebre chamado Coberta da Alma, e mostra o reencontro entre uma matriarca de rígidos princípios e muito apegada às tradições, que está doente e desenganada, com sua filha, que fugiu de casa há anos e retorna com um noivo - uma mulher em processo de transição para homem trans.

Durante a peça, surgem segredos do passados e inevitáveis confrontos, entre a mãe e filha, vida e morte e masculino e feminino.                                                                                       

 

(Créditos: Divulgação/João Caldas)

 

O texto inédito é assinado por Newton Moreno, e dirigido por Inez Viana, trazendo uma história em que a tradição e o contemporâneo se confrontam.​ O espetáculo tem sua trilha sonora de Gregory Silvar executada ao vivo.

+ Peça aborda a forma como relacionamentos podem mudar as pessoas

Coberta de Alma, é um ritual fúnebre de origem açoriana (também realizado no sul do Brasil), em que um ente querido assume a identidade do falecido por um dia inteiro - desde usar suas roupas, até interpretar seus gestos e gostos, pemitindo que sua alma se despeça de todos e possa partir em paz.

  • Sesc Consolação - Rua Dr. Vila Nova, 245 - Vila Buarque , São Paulo
    (11) 3234-3000
    + Ver mapa
  • 23/06/2017 a 30/07/2017
  • Sexta e sábado: 21h. Domingo: 18h.
  • R$40 (inteira);R$20 (meia), R$12 (credencial plena).
  • Classificação: 14 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo