Crimes bárbaros inspiram espetáculo da Cia. do Sopro

(Créditos: Cabelo Duro)

 

Filhos que matam pais, pais que jogam filhos pela janela, amantes que esquartejam amantes. Crimes como esses servirão de inspiração ao novo espetáculo da Cia. do Sopro, Como Todos Os Atos Humanos, em cartaz no Teatro do Núcleo Experimental. Na peça, o público será testemunha da confissão de uma barbaridade. O trabalho fica em cartaz de 4 a 21 de outubro, com ingressos a R$ 40.

Obras de Marina Colasanti, Nelson Coelho e Giorgio Manganelli serviram como base do espetáculo escrito e protagonizado por Fani Feldman. Na direção, Rui Ricardo Diaz expõe atos perversos e a busca por sobrevivência, a partir de estudos do próprio "ser ator". A história trata de uma filha, que sem qualquer tempo difinido, revela qual crime cometeu, fazendo do palco um espaço que transita entre o real e o abstrato.

 

  •  (Crédito: Cabelo Duro)
    (Crédito: Cabelo Duro)
  •  (Crédito: Cabelo Duro)
    (Crédito: Cabelo Duro)
  •  (Crédito: Cabelo Duro)
    (Crédito: Cabelo Duro)
  •  (Crédito: Cabelo Duro)
    (Crédito: Cabelo Duro)
    • Teatro do Núcleo Experimental - Rua Barra Funda, 637 - Barra Funda, São Paulo
      (11) 3259-0898
      + Ver mapa
    • 04/08/2016 a 21/10/2016
    • Quintas e sextas, às 21h
    • R$ 40
    • Classificação: 16 anos
    Comentários
    Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo