Boteco da Diversidade fecha o ano com o tema Direitos Humanos

Djamila Ribeiro é mestre em Filosofia Política e já foi secretária adjunta De Diretos Humanos e Cidadania na gestão de Fernando Haddad 

 

Neste sábado (9/12), acontece a última edição do ano do Boteco da Diversidade, no Sesc Pompeia, depois de um ano de ações com o objetivo de ampliar a visibilidade política e artística tocando em discussões sobre diversidade cultural e defesa dos direitos humanos. 

Em formato de bate-papo, fragmento cênico e pocket show, esse evento traz para a mesa o tema Direitos Humanos. O ponto de partida são ações artísticas e diálogos políticos aliados à prática do exercício de direitos, da consciência política, da cidadania e do respeito.

A retomada dos direitos humanos baseia-se na ideia de que é possível ‘reinventar a vida’, sem desigualdades sociais, sem racismo, sem discriminações, sem lesbo-homo-transfobia e demais opressões 

Amelinha Teles, ativista

A DJ Vivian Marques abre a noite com discotecagem, às 19h30. Fragmentos cênicos do espetáculo Fome.doc, da Kiwi Cia. de Teatro, traz princípios do teatro documentário e discute, sob diferentes ângulos, a fome no mundo. As artistas mulheres que compõe o projeto Rimas & Melodias fazem um pocket show em parceria com a rapper Preta Rara.

Entremeando as intervenções artísticas, ativistas participam de um bate-papo sobre Direitos Humanos. Participam da mesa a prostituta Lourdes Barreto, a filósofa e colunista Djamila Ribeiro, a colunista transexual e deficiente em cadeira de rodas Leandrinha Du Art, a pesquisadora Maria Clara Araújo e o vereador da cidade de São Paulo, Eduardo Suplicy.

Nas edições passadas do Boteco da Diversidade, foram levantados os temas: Visibilidade Trans (fevereiro); Feminismo (março); Masculinidades (abril); Prostituição (maio); Sexualidade e Deficiência (junho); Visibilidade Gorda (agosto); Refúgio e Migração (setembro), Criminalização e Cárcere (outubro) e Etnias em Resistência (novembro).

Rimas e Melodias: coletivo de rap e r&b formado por Alt Niss, Drik Barbosa, Karol de Souza, Mayra Maldjian, Stefanie, Tássia Reis e Tatiana Bispo (Crédito: Catarina Martins)

 

  • Sesc Pompeia - Rua Clélia, 93 - Pompéia, São Paulo
    (11) 3871-7700
    + Ver mapa
  • 09/12/2017 a 09/12/2017
  • Sábado, 20h
  • Gratuito (retirada de ingresso com 1h de antecedência)
  • 18 anos
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo