Amália Giacomini questiona a relação do ser com o espaço na Lume

(Créditos: Reprodução / Facebook)

 

Amália Giacomini é paulistana, formada em Arquitetura e Urbanismo e mestre em Artes Visuais, com foco em questões como a representação do espaço. Esse tema permeia seu trabalho como artista e dia 3 de fevereiro, ela faz sua estreia na Galeria Lume com a exposição Entreaberto, com 12 trabalhos que mostram as relações entre o ser e o espaço que se habita.

A inspiração de Giacomini vem da frase do escritor vanguardista Noel Arnaud "sou o espaço em que estou". Suas obras transitam pela arquitetura, o espectador e o tempo, através de devaneios e deslumbramentos, como olhar por uma porta entreaberta.

(Créditos: Reprodução / Facebook)

 

Seu trabalho tem se destacado no circuito nacional, em locais como o Centro Cultural São Paulo (CCSP), Museu da Casa Brasileira (MCB) e nas galerias da Funarte, por exemplo. Sua proposta é de que não exista mais cisão entre sujeito e matéria, entre o estar e o ser, o palpável e o onírico, tornando possível o reconhecimento com o espaço e, neste caso, ser o espaço onde estamos.

A exposição Entreaberto acontece de 3 de fevereiro a 11 de março, na Galeria Lume, que fica na rua Gumercindo Saraiva, número 54, no Jardim Europa. O espaço fica aberto de segunda a sexta, das 10h às 19h, e aos sábados, das 11h às 15h.

 

(Créditos: Reprodução / Site da Artista)

 

  • Galeria Lume - Gumercindo Saraiva, 54 - Jardim Europa, São Paulo
    (11) 3168-0351
    + Ver mapa
  • 03/02/2017 a 11/03/2017
  • Segunda a Sexta: 10h às 19h / Sábado: 11h às 15h
  • Gratuita
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo