Barroco Ardente e Sincrético tem curadoria de Emanoel Araújo

14 agosto 2017
Antonio Peticov, Emanoel Araujo e Maria Adelaide Amaral

 

Em homenagem ao jubileu de 300 anos de Nossa Senhora Aparecida, nasceu a exposição "Barroco Ardente e Sincrético" com curadoria de Emanoel Araujo. A mostra ocupa todo o térreo do Museu Afro Brasileiro.

+ Luciana Luchesi apresenta Jardim de Memórias

A fotógrafa Denise Andrade esteve na abertura da exposição registrando o evento, e o curador Emanoel Araujo selecionou as melhores fotos para O Beijo. Confira:

 

Eduardo Monteiro de Barros Roxo

 

Ricardo e Lia von Brusky

 

JAS,Tatiana Coelho, Manuela Pimenta e Alexandre Borges

 

Cesar Giobbi

 

Cesare Pergola

 

Danilo Santos de Miranda e Manuela Pimentel

 

Edu Saron e Emanoel Araujo

 

Antonio Peticov e Hélio Cabral

 

Emanoel Araujo, Jose Henrique Reis Lobo, Maria Adelaide Amaral, Carlo Magno e Armando Ceravolo

 

Eduardo Saron e Danilo Santos de Miranda 

 

Ana Westphal e Helio Cabral 

 

Carlos Eugênio Marcondes de Moura

 

Edmar Neto e Rafael Moraes

 

Discurso do secretário da Cultura, Jose Luiz de França Penna 

 

 José Luiz de França Penna

 

Emanoel Araujo e Maria Adelaide Amaral

 

Emanoel Araujo e Percival Tirapelli

 

Domingos e Ivana Carelli

 

Eduardo e Silvia Brunoro 

 

Christian Heymes

 

Cesar e Fernando Giobbi

 

 

 

 

 

 

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo